segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Sangue Quente

Livros
É uma história de Zumbi.

Lendo este pequeno parágrafo acima, muitos que não gostam do tema não lerão o livro, uma pena, pois ele é muito mais do que isto. É uma metáfora do ser humano indo contra os desígnios da vida, sendo corajoso e enfrentando todos por aquilo que acredita. São aquelas coisas que a sociedade impõe, certos tipos de comportamento, do que voce tem que trabalhar, tem que se casar, ter filhos, pagar seus impostos, etc. E se alguém não fizesse nada do que lhe foi imposto, com seria visto?

Sempre que vemos uma história, seja no cinema ou nos livros, devemos nos abstrair e deixar a mente aberta a novas idéias, mesmo que não sejam aquelas que voce acredita. A idéia é se por no lugar daquela pessoa por um dia e ver seus pensamentos, suas atitudes e apreciar o resultado seja ele qual for. Após terminar você pode refletir e dizer se faria igual ou diferente. O importante é ter esta experiência. Apesar de uma ficção contemporanea, acho que o livro atingiu isto.

Tenho a minha idéia do que é um zumbi na minha cabeça e o fato de zumbis pensando e vivendo em uma sociedade entrou de encontro àquela que eu acredito que seja mais próximo da realidade. Mas continuei lendo mesmo assim e tentando acreditar naquele mundo, pelo menos nesta história fui aceitando como verdade, que mesmo depois de morto eles ainda tinhas estes resquícios de humanidade. Mas se aceitarmos isto, toda a idéia de matar zumbis fica deturpada. O que desenrola no livro é exatamente isto, um resgate do humano que existiu um dia naquele corpo em decomposição ambulante.

O livro reflete aquele pensamento onde diz que nem todo mundo é 100% bom nem 100% mal. E que há possibilidade de redenção.

Um comentário:

  1. Deve ser interessante o livro, apesar do titulo me assustar.
    Big Beijos

    ResponderExcluir